Pavilhão Japonês tem cultura, cerejeiras e lago de carpas imperdíveis

Localizado dentro do Parque Ibirapuera, o Pavilhão Japonês preserva a cultura tradicional japonesa desde 1954, quando foi construído como símbolo da amizade entre Brasil e Japão. O acervo conta com peças originais, o jardim possui plantas típicas, como as cerejeiras, e o lago de carpas é um espetáculo de cores. É uma ótima dica de passeio em São Paulo para ir em família ou fazer uma viagem pela história do Japão! Fiz minha visita e comento aqui!

Pavilhao Japones Parque Ibirapuera

Jardim do Pavilhão Japonês tem variedades de plantas típicas (foto: Tatiana Maebuchi)

É tudo bem bonito, a arquitetura, o jardim, o lago de carpas. Até me senti de novo no Japão! Estive lá numa quarta-feira de muito sol e calor na cidade!

Inaugurado no dia 6 de setembro de 1954, o Pavilhão tem uma área de 7.500 metros quadrados e uma linda vista para o lago do parque, que inspira tranquilidade! Está dividido em 4 ambientes principais.

Jardim – Inspirado nos tradicionais conceitos japoneses, o jardim do Pavilhão Japonês reúne cerca de 20 diferentes plantas e flores típicas, como o chá verde, a ameixa do Japão (ume) e as sakuras (cerejeiras) das espécies Okinawa, Himalaia e Taiwan.

Pavilhao Japones sakura Taiwan

Sakura (cerejeira) da espécie Taiwan ainda está florida no fim de julho no Pavilhão Japonês (foto: Tatiana Maebuchi)

– Já conhece a história de cultivo das cerejeiras no Parque do Carmo, em São Paulo? Saiba aqui. 🙂

Além disso, tem marcos relacionados à amizade e intercâmbio entre Brasil e Japão. Um deles é o pinheiro japonês, plantado em 1967 pelo Imperador e Imperatriz do Japão.

Pavilhao Japones pinheiro

Este pinheiro é um dos marcos da amizade e intercâmbio entre Brasil e Japão (foto: Tatiana Maebuchi)

Lago de Carpas – O lago foi construído na mesma época em que o Pavilhão, mas, recebeu as primeiras carpas coloridas (nishikigoi) no início dos anos 1970, graças à iniciativa da Associação Brasileira de Nishikigoi e ao intercâmbio com criadores de várias províncias japonesas. Hoje conta com aproximadamente 320 carpas.

Os visitantes podem comprar ração para alimentar as carpas coloridas. As crianças adoram e se divertem! Mas os adultos também aproveitam para observar o lago, uma atração rara. Fiquei impressionada com o tamanho (bem grande) de umas nishikigoi! 😉

Pavilhao Japones lago carpas coloridas

O lago de carpas é um espetáculo de cores (foto: Tatiana Maebuchi)

Sala de Chá – O Chashitsu é o local para a prática da cerimônia do chá. A cerimônia do chá é um ritual tradicional realizado com o matcha, chá verde pulverizado original da China, que era praticado por sacerdotes zen e pela classe alta.

É possível ver demonstrações em eventos realizados no Pavilhão Japonês e no Bunkyo.

Garanta a reserva de sua acomodação em São Paulo pelo Booking.com

Salão de Exposição – O salão apresenta o acervo permanente de arte japonesa constituído de peças doadas e consignadas pelo governo do Japão, entidades, empresas e personalidades.

As peças são originais – há cerâmicas e esculturas em madeira – e réplicas de tesouros nacionais japoneses, como katanas (espadas) e katchus (armadura e elmo).

É um acervo valioso! Vi peças semelhantes em museus do Japão.

Periodicamente, o salão recebe mostras especiais com temas relacionados à arte e cultura japonesa. Está em cartaz a exposição dos 60 anos do Pavilhão Japonês, que conta a importância e a história de sua construção, além de trazer fotos deste período.

– Cultura e culinária típica? No Festival do Japão tem!

Sobre o Pavilhão Japonês

O Pavilhão Japonês foi construído pelo governo japonês e pela comunidade nipo-brasileira no Parque Ibirapuera e doado à Prefeitura da cidade de São Paulo, em 1954, na comemoração do IV Centenário da fundação da cidade. A inauguração oficial foi realizada no dia 6 de setembro deste mesmo ano, com a presença do governador Lucas Nogueira Garcez e esposa.

Pavilhao Japones entrada

O Pavilhão Japonês, no Parque Ibirapuera, foi construído com materiais vindos do Japão (foto: Tatiana Maebuchi)

O projeto teve como referência o Palácio Katsura, antiga residência de verão do Imperador, construído entre 1620 e 1624. Utiliza materiais – como as madeiras, papel washi (feito de fibras de arbustos), pedras vulcânicas do jardim, lama de Kyoto que dá textura às paredes, entre outros – e técnicas tradicionais japonesas, adotadas inicialmente nas casas dos samurais e da aristocracia.

A construção do Pavilhão Japonês, que foi transportado em navio com as estruturas desmontadas, contou com a atuação de diversos imigrantes japoneses como voluntários para dar apoio à equipe técnica vinda do Japão.

Desde 1955, a Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social (na época, Sociedade Paulista de Cultura Japonesa) tem sido responsável pela administração, manutenção e realização de eventos no local, graças ao convênio estabelecido com a Prefeitura de São Paulo.

Em 2015, como parte das comemorações dos 120 anos da Amizade entre Brasil e Japão, o Pavilhão recebeu um projeto de restauro, realizada na segunda quinzena de novembro. Para saber mais detalhes, leia a matéria no site do Bunkyo.

– O Pavilhão Japonês é dica de passeio do blog! Veja outras aqui. 😉

Pavilhão Japonês
Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº – São Paulo – SP
Parque Ibirapuera – portão 10
(próximo ao Planetário e ao Museu Afro Brasil – mapa)
Horário: quarta-feira, sábado, domingo e feriado, das 10h às 12h e das 13h às 17h
Entrada:
Adulto – R$ 10,00
Estudante (com carteirinha) e crianças de 5 a 11 anos – R$ 5,00
Menores de 5 anos e maiores de 60 anos: entrada gratuita
Informações:
(11) 5081-7296 ou 3208-1755
pavilhao@bunkyo.org.br
www.bunkyo.org.br/pt-BR/pavilhao-japones
Visitas monitoradas:
Agendamento (e consulta de valor a ser pago pelos contatos acima) para grupos de até 50 pessoas somente às quartas-feiras – período de 50 minutos


320x100

Facebook – blog321Viajando
Instagram – @321_viajando
Twitter – @321_Viajando
YouTube – 321Viajando

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s