​10 razões para viajar ao Japão

Tive meus motivos para viajar ao Japão – um dos quais foi a curiosidade de conhecer o país de origem de minha família. Depois de uma viagem de novos aprendizados e descobertas, recomendo este destino.

Por isso, listo aqui razões para viajar ao Japão. E, no meu caso, voltar pra lá! 😉

História e cultura

É incrível poder visitar locais que são apresentados nos livros, fazer uma imersão na História do país. Conhecer marcos históricos, como a Cúpula da Bomba Atômica em Hiroshima; castelos, como o da cidade de Himeji; templos, como o Kinkakuji, o templo de ouro em Kyoto, e o Sensoji, em Asakusa; e observar a influência americana em Okinawa.

Himeji Castelo Japao

Um dos melhores passeios no Japão foi o Castelo de Himeji (foto: Tatiana Maebuchi)

Comida saudável e barata

Os japoneses têm as próprias redes de hamburguerias (como Freshness Burger e MOS Burger), mas mantêm uma alimentação saudável. Há muitos restaurantes de lamen, sushi, domburi, kare, além de kombinis (lojas de conveniência) que vendem bentos (yakisoba, kare, etc) por uma média de R$ 15 e oniguiri por uns R$ 3,30 cada unidade.

– Conheça o CoCo Ichibanya, rede de kare raisu!

Organização

O Japão é um país muito organizado e pontual. Na volta de Sapporo, em Hokkaido, província do norte, para Tokyo, fiquei com medo de perder o shinkansen (trem-bala) que levaria meus amigos e eu de volta pra Tokyo.

Estava nevando muito e não poderiam prosseguir a viagem de trem até a estação onde pegaríamos o trem-bala. Tivemos de pegar um ônibus. Perguntamos e encontramos o ponto de embarque. No caminho, funcionários do terminal de ônibus indicavam para onde devíamos ir. Alguns até nos apressavam, porque o ônibus estava de partida. Contei os minutos, achando que a neve iria atrapalhar o trânsito também. Mas embarcamos no trem-bala a tempo!

Garanta a reserva de sua hospedagem no Japão pelo Booking.com

Limpeza e higiene

Os japoneses são limpos e higiênicos. Os banheiros públicos, mesmo nas estações de trem, (quase) sempre estavam limpos. Em um lugar ou outro que estava um pouco sujo. Já os banheiros de shoppings têm o assento sanitário que é aquecido no inverno, que tem a opção de acionar um barulho de água para disfarçar, além de jatos d’água (cuja intensidade pode ser regulada) para higiene íntima.

Nos restaurantes, os clientes recebem uma toalhinha úmida para limpar mãos antes de comer. Como é embalada no plástico, se não usar, é super útil ter na bolsa pra emergências!

– Veja aqui 5 curiosidades sobre restaurantes do Japão! 😉

Hospitalidade

Talvez seja porque tenho cara de japonesa e/ou porque me esforçava para conversar em japonês, mas o tempo todo que estive lá me senti bem-recepcionada. Além disso, me sentia uma cliente de verdade, porque os japoneses são educados e sempre te agradecem quando você vai embora de uma loja ou restaurante.

Nara templo Toudaiji Japao

Conheci Nara e o templo Toudaiji, que tem o buda gigante, é meu favorito do Japão! Este é o portal de entrada (foto: Tatiana Maebuchi)

Segurança

O país é muito seguro me senti à vontade lá. Não precisava ficar preocupada com minha bolsa o tempo todo. Mas também não pode bobear, porque sempre existem os oportunistas, os “mão leve”, que pegam celular e carteira do bolso do casaco, por exemplo. Como em qualquer lugar do mundo, é recomendável andar em áreas mais movimentadas.

Ótima rede de transporte público

O Japão conta com uma extensa rede de trens, interligada com metrô. As linhas de ônibus são boas também – os veículos que circulam na região de Tokyo têm uma tela que mostra a próxima parada em letras romanas e anuncia o nome da parada (em algumas, avisa quais os pontos de interesse, mas em japonês).

Os trens da rede JR também contam com telas nos vagões que mostram o trajeto da linha, com as estações e o tempo de chegada até cada uma (informação atualizada a cada estação).

– Saiba mais sobre o JR Pass, o passe de trem para turistas do Japão!

O táxi serve para eventualidades, para quando já acabou o expediente de ônibus e trem ou quando estiver em grupo e for percorrer uma distância média, porque sai mais ou menos o mesmo preço que o do transporte público.

– Veja curiosidades sobre os trens e metrô japoneses aqui. 😉

Restaurantes, bares e cafés temáticos

Existe uma infinidade de restaurantes, cafés e bares temáticos no Japão, concentrados na área de Tokyo. Conheci alguns: de desenvolvedoras japonesas de games (Capcom Bar e Artnia Square Enix), de maids (Maid Cafe Maidreamin) e um restaurante como se fosse uma prisão hospitalar (Alcatraz).

Quase fui a um restaurante de temática ninja, outro de vampiro e mais um de princesas da Disney (inspirado em A Bela e a Fera, Branca de Neve e Cinderela).

Tem ainda cafés temporários, como o do Pikachu, que iria funcionar durante uns 3 meses.

Tudo é alegre e/ou fofo

Mascotes de canais de TV, personagens, pelúcias, chaveiros e roupas com estampas de flores ou rendas são comuns no Japão. Meu ponto fraco foram as pelúcias (risos).

Compras que compensam

Além dos eletrônicos, cosméticos, maquiagem e roupas saem mais barato que no Brasil – pagando-se o preço inteiro, com isenção de imposto (tax free) ou em promoção, que ajuda a economizar mais!

A variedade de marcas nem se compara – minhas favoritas de roupas são a GU e Uniqlo, mas encontrei peças interessantes na H&M e Forever 21. Cosméticos e maquiagem vão além de marcas japonesas como Shiseido e Kanebo, há espaço para americanas e europeias, como Revlon, L’Oréal e Rimmel. E o universo da beleza de marcas coreanas está na Koreatown, em Shinjuku.

Aqui tem mais dicas do Japão! 🙂


320x100

chip internacional sim card

Facebook – blog321Viajando
Instagram – @321_viajando
Twitter – @321_Viajando
YouTube – 321Viajando

6 comentários sobre “​10 razões para viajar ao Japão

    • Oi, Washington!
      Eu posso dar conselhos mais na parte de viagem e turismo. Sobre trabalhar e morar lá, conheço pouco.
      O Japão é um país com uma estrutura boa e mesmo os trabalhadores de fábrica vivem bem, sem dificuldades financeiras.
      Por outro lado, o trabalho em si é pesado, são 6 dias trabalhados na semana, com turnos de 12 horas ou horas extras.
      Para descendentes, é mais fácil para filhos e netos de japoneses. Para brasileiros já não sei dizer.
      Por isso, recomendo que se conhecer amigos ligados ao Japão pergunte a eles. Ou, então, procure blogs de pessoas que moram lá e contam como é.
      Espero que tenha ajudado!

      Curtir

  1. Nossa!! Suas dicas são de mais! Logo viajarei ao Japão pela primeira vez. Passarei o fim de ano lá e suas dicas estão ajudando muito. Por favor, me diga o que você acha que eu faço em relação as roupas e calçado que eu devo vestir para ir viajar?! Vale mais a pena chegar lá e ir comprar as roupas ou já levo de casa (pena que dá muito volume na mala hehehe). Desde já fico grata!!!

    Curtido por 1 pessoa

    • Olá, Freitas!
      Obrigada! 🙂
      Sobre sua dúvida, se você já tiver roupas de frio, compradas no exterior, recomendo que você leve pelo menos um casaco, blusa térmica, calça ou meia-calça térmica e daquelas botas peludinhas por dentro.
      Mas, se você não tiver essas roupas e tiver dinheiro pra investir, vale muito a pena comprar lá, porque você vai encontrar peças adequadas pro frio do Japão, além de pagar mais barato do que se fosse comprar por aqui.
      Porque as roupas de frio do Brasil não servem lá. Experiência própria. rs
      Espero que tenha ajudado!
      Boa viagem! 😉

      Curtir

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s