Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil preserva a cultura

Como parte do meu tour por São Paulo e cultura japonesa na cidade, visitei o Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil (MHIJB), na Liberdade, administrado pela Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social – Bunkyo. Observar a riqueza e variedade do acervo foi como ter uma aula viva de História!

Museu_9_marcus_iizuka

O Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil conta com três andares expositivos (foto: Marcus Iizuka)

O museu foi inaugurado em 18 junho de 1978, como a grande realização do aniversário de 70 anos da imigração japonesa no Brasil. Responsável pela iniciativa, o Bunkyo teve como objetivo registrar e preservar tudo o que pudesse mostrar a vida dos imigrantes japoneses no Brasil. O MHIJB ocupa o 7º, 8º e 9º andares do Edifício Bunkyo, no bairro da Liberdade, com espaço total de 1.592 m².

Espaço expositivo

Construídos em 1978, o 7º e 8º andares reúnem documentos e objetos que mostram a história desde a assinatura do Tratado de Amizade, Comércio e Navegação entre Brasil e Japão, firmado em 1895; a chegada dos primeiros imigrantes em 1908; os núcleos coloniais que surgiram a partir de 1913 até a policultura.

Alguns itens do 7º andar, que para mim é o mais interessante, me chamaram a atenção. Lá o visitante tem a oportunidade de ver a reconstituição de uma cabana de imigrante, a primeira e precária habitação que servia mais como abrigo a famílias que trabalhavam nas fazendas. Estão ainda neste andar réplicas dos navios Kasato Maru, o primeiro a chegar ao Brasil com 781 imigrantes, e Brasil Maru, que fez três viagens para cá.

Museu_7andar_Bunkyo

No 7º andar do Museu da Imigração Japonesa, há objetos trazidos pelos imigrantes e outros adaptados por eles para a nova vida no Brasil (foto: Bunkyo)

O 8º andar mostra também a história das publicações jornalísticas e é onde há um totem disponível para consulta dos registros das famílias que vieram, que mostram a província de origem, ano e navio. Em abril deste ano, por conta de um projeto de modernização do Museu, o andar ganhou um novo espaço, que aborda a história dos imigrantes no período entre 1930 e 1940.

Já o 9º andar foi inaugurado em novembro de 2000 e é dedicado aos 50 anos depois da Segunda Guerra Mundial. Identifiquei algumas coisas, como o nome de empresas japonesas que vieram para o Brasil, mudanças que ocorreram dentro da comunidade nikkei e a contribuição dos descendentes para a sociedade brasileira.

– Outra dica de passeio é o Pavilhão Japonês, no Parque Ibirapuera! Veja mais detalhes aqui. 😉
– Veja também mais sugestões de passeio do blog!

Biblioteca e acervo de documentos

Além da exposição, no 3º andar estão localizados a biblioteca e o acervo do Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil, que contam com mais de 5 mil objetos, 28 mil documentos escritos (entre diários, livros, jornais e revistas) e cerca de 10 mil fotografias relacionadas aos imigrantes japoneses.

Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil
Endereço: Rua São Joaquim, 381 – Liberdade – São Paulo – SP
3º andar – Biblioteca/Escritório
7º, 8º e 9º andares – Exposição Permanente
Horário:
Exposição: de terça-feira a domingo, das 13h30 às 17h30
Entrada:
Inteira – R$ 8,00
Estudantes e crianças de 5 a 11 anos – R$ 4,00
Maiores de 60 anos – R$ 4,00
Biblioteca*/Escritório
De terça a sexta-feira, das 9h às 17h30
Segunda-feira e sábado, das 13h30 às 17h30
*Biblioteca apenas para consulta local
Informações:
(11) 3209-5465 ou 3208-1755 (ramal 117)
museu@bunkyo.org.br
http://bunkyo.org.br/pt-BR/museu-historico-da-imigracao-japonesa-no-brasil
Visitas monitoradas:

Agendamento (e consulta de valor a ser pago pelos contatos acima) para grupos de até 50 pessoas de terça a sexta-feira – período de 50 minutos

Texto editado e originalmente publicado no site Discover Nikkei, um projeto internacional do Japanese American National Museum relacionado à comunidade nipo-descendente. O site multilíngue (Inglês, Japonês, Espanhol e Português), que em 2015 completa 10 anos, já recebeu prêmios e compartilha histórias de nikkeis (descendentes de japoneses) que vivem em vários países do mundo.

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s