10 dicas para quem viaja sozinho(a)

Até hoje, na maioria das vezes viajei sozinha. Assim, fui pegando o jeito e já tirei alguns aprendizados destas experiências. Desde escolher hospedagem até economizar com alimentação. E agora é hora de compartilhar tudo isso aqui no blog!

Rambla_Montevideu_Uruguai

A rambla na região de Punta Carretas, em Montevidéu, no Uruguai, oferece uma linda vista (foto: Tatiana Maebuchi)

Confira a seguir 10 dicas para quem viaja solo! 😉

Segurança

Hotel/hostel em um local seguro

Para viajar tranquilo, sempre procuro me hospedar em um albergue que fique em uma região mais segura. Eu diria que é um dos pontos mais importantes que considero na hora de fazer minha reserva.

Reserve sua acomodação no Booking.com

Cuidado com suas coisas!

Sozinho, você precisa cuidar de si mesmo e de suas coisas. Fique atento, principalmente à sua mochila ou bolsa.

Cuidado também de noite

Andar na rua sozinho também requer cuidado, ainda mais em locais mais ermos e em horários mais tarde. Geralmente, prefiro voltar mais cedo para evitar problemas.

Hospedagem

Economize e fique em hostel

Se hospedar em albergue sai mais barato, mesmo em quartos com banheiro privativo – que também podem oferecer certo conforto por ter menos gente (4 ou 6 camas, por exemplo).

Se preferir, compare o preço com hotéis econômicos

Quando há promoções (no Booking, por exemplo), os valores das diárias de hotéis econômicos chega muito perto de hostels no estilo boutique. E hotel, muitas vezes, vai oferecer mais conforto.

» Dá uma olhada em algumas boas razões para viajar sozinho!

Companhia

Vá para onde outros viajantes solo vão: para o hostel

Em um albergue, existe a vantagem de encontrar outras pessoas que procuram companhia.

320x100

Atividades que promovem a integração

Hostels organizam ou oferecem opções de passeios – como os walking tours – para conhecer principais pontos turísticos nos arredores. Isto com certeza favorece a interação com os outros viajantes.

Gastos

Transporte do aeroporto ou rodoviária até o hotel/hostel

Uma dica importante é checar a distância do aeroporto ou terminal rodoviário até o hotel/hostel e as opções de transporte ou traslado.

Se houver o serviço de ônibus e vans, sai mais barato. E se tiver trem ou metrô, melhor ainda! Só fique atento ao tempo de viagem na volta para não se atrasar para despachar as malas, se for pegar um voo.

E se for de táxi ou outro serviço exclusivo, vai desembolsar em média uns R$ 100 (faixa que paguei nas viagens que fiz a Buenos Aires, Santiago e Montevidéu).

» Confira motivos para viajar pela América do Sul!

Transporte dentro da cidade

Um hotel ou hostel bem localizado pode te ajudar a economizar com transporte e você pode se deslocar a pé. Só de caminhar você faz um passeio agradável para observar o que existe em cada uma das ruas por onde passa e as pessoas que moram e circulam por lá.

Comida

Para equilibrar as contas, divida algumas refeições em restaurantes – para conhecer e apreciar a culinária local – e em outras preparadas no hostel, que tem cozinha compartilhada. Dica: comprar umas coisas no mercado e cozinhar sai mais em conta que fast food (e é mais saudável)!

» Veja todas as dicas de viagem do blog! 🙂


Garanta a reserva de sua hospedagem pelo Booking.com

chip internacional sim card

moeda estrangeira cambio

Facebook – blog321Viajando
Instagram – @321_viajando
Twitter – @321_Viajando
YouTube – 321Viajando

2 comentários sobre “10 dicas para quem viaja sozinho(a)

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s